A Invicta Porto Artes Curiosidades Dicas Hoje é dia de Portugal Zona de Embarque

Sobre Exbressões e (re)descobrimentos de um português incomum

exbressoes-redescobrimento-capa

Diferenças entre países podem ser um tanto quanto engraçadas quando falamos da língua portuguesa. Por muitas vezes, uma palavra ou expressão aqui em Portugal é motivo de “muita piada” no Brasil e vice-versa. Por isso, apresentarei dois projetos a vocês: o Exbressões, da Elisa, e o (re)descobrimento, feito por mim para uma disciplina do meu mestrado na FBAUP. E aí, me acompanha nessa aventura léxica?

Incomum ou em comum?

Para quem já teve qualquer contato com um português, com certeza já percebeu que uma palavra ou outra destoam e você logo se questiona (ou os questiona) sobre o que acabaram de dizer. Meus amigos em geral não param de “sofrer” com essa situação que sempre gera bons momentos. A língua portuguesa já é extremamente vasta e complexa dentro do mesmo país, seja ele “pequenito” com Portugal ou continental como o nosso Brasil. Os quilômetros que separam o sul do norte também separam uma variação linguística sem tamanho.

#01. Exbressões

exbressoes-1

Em uma conversa muito agradável eu descobri que a Elisa, web & graphic designer (chique né, kiridos) e ilustradora é a cabeça fervilhante por trás das peças coloridas com expressões brasileiras ilustradas à portuguesa, como ela mesma diz. O nome surgiu de um trocadilho com as palavras “expressão” e “br” de Brasil. Ela compartilhou a ideia com o namorado brasileiro, família e amigos e todos aprovaram com sucesso. A partir daí, ela criou um logotipo simples que destacasse o “br”, criou a página no Facebook, um site no Tumblr e um perfil no Instagram. #SegueLá #MomentoJabá

De onde surgiu a ideia do Exbressões?

Com a palavra, Elisa:

Quando cheguei ao Brasil em Maio de 2014, notei que, apesar de falarmos a mesma língua, existem muitas palavras e expressões/gírias que em Portugal não existem e que não fariam o menor sentido. A cultura brasileira é muito rica e viajando pelo Brasil apercebi-me que cada região também tem as suas próprias expressões (em Portugal também acontece mesmo a escala sendo muito menor).

Como foi o processo de desenvolvimento do seu projeto?

Achei tanta graça a algumas expressões que comecei a anotá-las no meu Moleskine. Sendo eu designer e ilustradora, surgiu a ideia de pegar essa lista e dar vida às expressões ilustrando-as. Comecei inclusive a procurar a origem de algumas expressões, comprei alguns livros e fiz pesquisas na internet. Aos poucos foi nascendo o projeto.

O que você acha que caracteriza bem o projeto?

Uma das características do projeto, é que sendo eu portuguesa, achei que deveria interpretar ao pé da letra, porque somos conhecidos no Brasil por ser bastante literais. Por isso na maior parte das ilustrações tentei desenhar exatamente o que a expressão diz e não o que ela significa 🙂

exbressoes-2exbressoes-3exbressoes-4

#02. (re) descobrimento

redescobrimentos-1

Eu fiz o (re) descobrimento, um dicionário ilustrado, para uma disciplina de ilustração do mestrado que estou fazendo aqui no Porto e que tinha a proposta de representar a portugalidade e identidade portuguesa ao nosso olhar. No meu caso, assim como no da Elisa, me deparei com várias situações engraçadas e logo pegava o meu caderno da faculdade ou abria o bloco de notas do celular para anotar. Não tinha lugar nem situação específica: lendo uma embalagem, conversando no bar, vendo uma propaganda ou indo comprar algum objeto lá estava a discreta-porém-gritante barreira linguística pronta para causar novamente e gerar uma cena cômica.

redescobrimentos-2Assim como a Elisa, optei por ser mais literal nas ilustrações. As palavras ou expressões sempre eram representadas do jeito com que falavam ou, em caso de ficar repetitivo optei por mostrar como aquilo soava para nós, brasileiros. As cores escolhidas foram a do Maracujá Roxo e quis colocar na capa apenas um símbolo que se assemelhasse à organicidade de alguns padrões portugueses que vemos nas ruas e nas roupas, por exemplo. Desde o início o projeto foi idealizado para ser compartilhado aqui no Maracujá e para mostrar para vocês algumas palavras e expressões engraçadas que são usadas no dia-a-dia por aqui.

E então, quer dar uma olhada no projeto? Está aqui embaixo!

Se você também tem alguma história para contar das aventuras linguísticas entre Brasil e Portugal, compartilha com a gente nos comentários.

Dá a sua opinião também sobre os projetos compartilhados, vamos adorar saber o que achou! 😉

Você também pode gostar

Sem comentários

Não tem Facebook? Comente por aqui!