A Invicta Porto Burocracia Dicas Hoje é dia de Legislação Portugal Zona de Embarque

Passo-a-passo da minha candidatura ao mestrado da Universidade do Porto (FBAUP)

capa-candidatura-up-fbaup

Quando eu estava indo atrás da vaga do mestrado na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, desejei muito ver uma postagem como essa: que explicasse passo a passo do processo de admissão no mestrado da UP. Mas a única coisa que eu tinha eram pessoas passando pela mesma situação em um grupo de Facebook. Então espero que essa postagem ajude você a ter pelo menos uma noção geral (já que esses sistemas procedimentos por vezes podem mudar) de como é o funcionamento do processo.

Primeiramente, eu imprimi a página da web das candidaturas para que pudesse riscar, ler, grifar, anotar os passos que já tinham passado ou “ticar” o que já tivesse sido resolvido. Aconselho você a fazer o mesmo, caso queira manter tudo organizadinho.

Como podemos perceber pela imagem abaixo, a primeira fase dos mestrados na FBAUP foi do dia 02 a 27 de maio de 2016 e há ali dispostas a quantidade de vagas, o valor da propina (valor anual de curso), prazos e documentações. Todas as informações são gerais pois é uma página comum a todos os mestrados desta Faculdade.

candidaturas001-fbaup

Ao clicar especificamente no meu mestrado (grifado em amarelo), a página que aparecia era esta outra (abaixo), onde há maior detalhamento dos documentos exigidos para o meu curso, as informações, prazos, contatos e taxa de inscrição (emolumento) para a submissão ao processo. O meu curso tinha disponível 40 vagas.

candidaturas002-fbaup candidaturas003-fbaup

Clicando na parte “Candidatura AQUI” lá na primeira imagem, você era levado a criar um perfil temporário para submeter todos os seus arquivos e etc. Depois de feito esse perfil temporário, você era levado a parte de escolha de inscrição em um curso e consequentemente a esta tela:

tela_candidatura_1-

Vou fazer aqui o destaque de alguns campos seguindo as orientações que me foram dadas:

  • Contacto telemóvel: telemóvel deles, celular para nós. No número de telemóvel, eu coloquei 5561 (+55 é o código do Brasil, 61 de Brasília) e o restante do número normalzinho.
  • Data de validade: como a nossa identidade não vem com data de expiração e eu ainda não estava com o meu passaporte em mãos, coloquei uma data fictícia.
  • Documento de identificação: bilhete de Identidade é o RG deles. Assim, coloquei o número do meu RG no Brasil, mas aqui também pode entrar o seu número de passaporte, desde que escolhida a opção de passaporte ou correspondente.
  • Freguesia: a freguesia é o bairro. Como eu não tinha nenhum bairro, nenhuma morada e nem nada, fui orientada pela Universidade para que preenchesse esses dados com os dados da Faculdade. Normalmente abre uma janela com opções já pré-definidas. A FBAUP fica no Bonfim. Só não me lembro se eu tinha que informar a freguesia pelo código postal (normalmente no rodapé da página da faculdade) ou se diretamente pesquisando e com o google me informando.
  • Nº de identificação Fiscal: o NIF, uma espécie de CPF nosso, é o número de contribuinte e tem o seu funcionamento mais ou menos como uma espécie de Nota Legal só que diferente. hahaha Como eu só vim a ter NIF depoooois que cheguei aqui, já com o visto e tudo, não tinha nenhum valor para colocar. Me foi indicado preencher com 9 e 0. Para saber mais sobre o NIF, clique aqui.
  • País (residência) / rua (residência): apesar de você residir no Brasil, o campo de “rua (residência)” não vai aceitar o seu endereço, justamente por ter uma formatação portuguesa, digamos assim.

tela_candidatura_2

  • Conhecimento de Línguas: como viram nas fotos lá em cima é obrigatório para o meu curso que você tenha conhecimento de línguas, porém isso não é passível de confirmação ou não é obrigatório que você tenha algum comprovativo como provas de idiomas para isso.
  • Habilitações acadêmicas: aqui você vai inserir o curso que fez sua licenciatura (como eles chamam a graduação) e a instituição. Como não é uma instituição portuguesa, provavelmente não vai constar na lista pré-feita deles, mas vai aceitar a sua numa boa.
  • Documentos digitalizados: nesta parte ficam os documentos que você deve enviar para que eles analisem. O ideal, assim como mostrado na 1ª imagem desse processo, é que você junte seu diploma e histórico escaneado e junte em um arquivo pdf. Na verdade, é bom que todos os arquivos sejam pdfs, por ser compacto, organizado e fácil de abrir. No caso do meu curso, há a necessidade de enviar um portfólio e ainda poderiam ser submetidos arquivos adicionais que ajudassem nos critérios de seleção (como cartas de intenção, de recomendação, certificados de cursos, o que você julgar interessante para agregar valor a sua seriação).
tela_candidatura_3

Aba de despesas não saldadas

tela_candidatura_4

aba de candidaturas

tela_candidatura_5

aba de extrato geral

As três abas que se seguiram acima são referentes à parte financeira da coisa. Isso vai constar como débito até que o valor seja pago.

De que forma eu posso pagar esse emolumento, essa taxa de candidatura, Camila?

Bom, primeiro você tem que enviar um e-mail para a sua Faculdade perguntando quais formas de pagamento eles aceitam para tal: transferwise, paypal, transferência bancária ou vale postal. Como eu não tinha a opção de Transferwise e nem Paypal e a transferência bancária tinha uma taxa gigantonórmica para transações internacionais, eu optei pelo Vale Postal – que também nunca tinha usado.

tela_candidatura_6

Para fazer o Vale Postal, basicamente você precisa do nome da instituição, do endereço, código postal, cidade/bairro/país e do valor a ser transferido. Você vai até os Correios com esses dados e diz que deseja fazer Vale Postal Internacional. Seus dados constarão na notinha que será emitida e eles, ao receberem, saberão exatamente de quem partiu. Nesse caso, para enviar 55€ para a UP para a minha candidatura com a cotação do euro a 4,18, saiu o valor de  268,44 reais. Facada, tiro, porrada e bomba na carteira. Depois de ter feito a sua submissão, escaneie as duas notas que comprovem o seu pagamento e envie para o e-mail da pós-graduação do seu curso (por isso é tão importante manter o contato com eles via e-mail). Garanto que eles te responderão assim que der. Lembre-se do fuso horário na hora de mandar e-mails!

pagamento_emolumento_candidatura

Pagamento feito, confirmação de recebimento de pagamento e ainda por cima “candidatura submetida com sucesso”? Então pronto, queridos! Agora é só torcer para que tudo tenha dado certo e que você seja admitido!

Já foi admitido e não sabe o que fazer para tirar o visto? Dá uma olhada neste post aqui!

Não foi admitido, mas vai tentar de novo? Confere estas dicas, então!

Você também pode gostar

Sem comentários

Não tem Facebook? Comente por aqui!