A Invicta Porto Comida Dicas Hoje é dia de Portugal Resenha

Mangia che te fa bene nella Casa d’Oro

casa doro - capa-

Ô loco, meu! Gastou todo o italiano que tinha nessa frase aí, hein? Brincadeiras à parte, vocês sabem que a gente dá a nossa opinião sincera de lugares legais e lugares nem tanto por onde passamos, né? Mas olha, esse daqui é sucesso, tiroteio, babado e confusão. Eu garanto que você pode ler até o final que não vai se arrepender.

Sabe aqueles momentos em que você passa de carro ali por baixo da Ponte da Arrábida (ou de bicicleta se você for louca que nem eu e quiser dar um passeio leve do Porto até Matosinhos) e vê uma casinha toda meiga de vidro e descobre que é um restaurante? Pois é. Aí claro que você pensa: ok, com certeza nunca pisarei ali dentro, pois sou pobre e o que me resta é a Telepizza ou o MisterPizza. Eu sei, queridos, eu vivi esse momento também. Mas aí eu usei a minha própria dica que deixei aqui no Maracujá Roxo (parte dos aplicativos mão na roda) e entrei no Zomato para checar o menu.

menu pizzas - casa doro

Os preços são os comuns da cidade para a qualidade de forno à lenha. Fui com as meninas do curso de italiano (olha ela é toda italiana ela) e o bom foi que cada uma pediu uma coisa diferente. Eu pedi a Margherita (porque tradições né, mores?), uma das meninas pediu a Pesto e as outras foram de Funghi. Para beber, pedimos o Chá Frio feito por eles (1,25€), que (salvo engano) era uma espécie de chá preto com canela e limão (beeem bom), e uma amiga pediu uma coca-cola (1,50€).  Olha a bagaceeeira!

Cara, para simplificar bastante: o Casa D’Oro é realmente Pizza (ou restaurante italiano) with a view (com uma vista). São 3 andares, onde o mais próximo ao rio, descendo as escadas, é o restaurante italiano e os dois superiores são a pizzaria – com espaço interno e terraço. Em um lado você vê a ponte da Arrábida e do outro o encontro do rio com o mar. BEEEEEM FEIO E CHATO. É bem tranquilo também para levar crianças (tinham várias quando eu fui) e uma coisa é melhor do que a outra. Depois que fui, li belíssimas coisas sobre a Focaccia de Nutella e me arrependi de não ter pedido. Mas né, que chato ter que ir de novo lá…

Reprodução | Casa d’Oro

O que eu achei da experiência? Bom, eu simplesmente adorei. Já fazia algum tempo que eu tentava achar uma boa pizza aqui no Porto, mais próxima das italianas que eu gosto mais – fininhas e de forno – e essa realmente surpreendeu. Achei ela tão leve e no dia estava com tanta fome que acho que até teria comido duas. #OgraSimPrincesaTambém

Acho que o custo-benefício do lugar é muito bom e que tudo fica ainda mais mágico se você decidir jantar no horário do por-do-sol e estender para o início da noite (o que no verão deve ser umas 20h30 ou 21h). Perfeito pra levar os dates #AloSolteiras, o boy, o maridão e até a família inteira. Tem espaço pra todo mundo e num ambiente muito legal. Se estiver um dia quente de verão – coisa que não presenciei ainda (risos) – acho que vale beeem a pena investir no terraço.

Fui tão ansiosa contar sobre a comida, a vista e os preços que esqueci de dar a localização e o serviço do lugar, então vamos fazer isso. Primeiro a localização. O ponto que, para mim, é o mais “negativo” se é que podemos chamar assim. Caso não tenha carro, você ainda tem algumas opções de chegar lá: se você for fitness, pode ir a pé (são 3,4km da Trindade); se quiser, pode pedir um Uber pra impressionar a gatinha ou o gatinho (ou só porque é mais cômodo mesmo); ou, para ser como eu faria, você pode pegar o nosso belíssimo ônibus 500 – um dos primeiros posts do blog foi sobre essa belezinha, você lembra? Pois é, tem uma parada estratégica maravilhosa do ônibus 500 do lado do restaurante. Top, Topíssimo, Tóperson, Topzêra!

Vamos ao servicinho maroto com a cara do Maracujá pra você salvar aí no celular ou compartilhar com os migos?

quadro-serviço-casadoro

E você? Foi lá, comeu essa Focaccia de Nutella e tem algo a declarar? Manifeste-se agora ou cale-se para sempre! :p

Você também pode gostar

Sem comentários

Não tem Facebook? Comente por aqui!