Curiosidades De Amsterdam a A'dam Dicas Holanda Viagens Zona de Embarque

Como alugar uma casa em Amsterdam em 5 passos

aluguel-amsterdam

Alguém já te disse ou você mesmo já leu em algum canto que alugar uma casa aqui não é fácil. Eu vou endossar o coro: não é! Mas não significa que seja impossível, até porque, para nós e para o Charlie Brown Jr, “o impossível é só questão de opinião”. Então, sem sustos e com muita dica bacana, vamos conversar sobre como procurar um lugar para alugar em Amsterdam.

Mudar já é um processo que, para muitos, é doloroso. Mudar de país e cultura, então… Há quem seja muito mais sensível a isso e precise de mais apoio. Pensando nisso, eu preparei uma listinha de 5 passos que você precisa fazer para encontrar o seu “lar doce lar”.

1 – Entendendo o mapa de Amsterdam

 

Antes de sair pesquisando em grupos ou sites, você precisa saber algumas coisinhas básicas para entender como funciona Amsterdam. A cidade é dividida pelo ring (anel) de transporte. O ring é nada mais nada menos do que a auto estrada A10. O ring A10 delimita o espaço entre o grande centro de Amsterdam (centro histórico e bairros próximos) e os bairros fora do grande centro. Consequentemente, o ring A10 delimita também os valores de aluguéis. Então saiba que, quanto mais distante do miolo, mais barato vai ser o seu aluguel. Para você ter uma ideia melhor, dá uma olhada nessas duas imagens abaixo: uma delas (a primeira foto) te mostra a delimitação da cidade de Amsterdam e a outra (segunda foto) a delimitação dentro da cidade feita pelo ring A10.

mapa-amsterdam ring-amsterdam

2 – Sozinho ou com agente imobiliário (o famoso makelaar)?

 

Tá, agora partimos para a pesquisa de casas, quartos, apartamentos. O mercado imobiliário aqui não é dos mais confortáveis. Você pode se surpreender positivamente e negativamente. Esteja preparado para tudo. Pesquisar sozinho é sempre mais trabalhoso, mas vale a pena. A barreira só começa a ficar um pouco mais complicada na hora da negociação e te e digo o porquê: é que, quando negociamos com holandeses e não somos daqui, acabamos sem saber quais as “manhas” e qual o tipo de negociação devemos fazer. É aqui que entra a opção de contratar um agente imobiliário (makelaars). Muita gente reclama que é super caro mas, no fim das contas, o custo-benefício acaba compensando, porque a agilidade em encontrar um lugar é muito grande com eles. Para vocês terem uma noção de tempo (óbvio que pode variar muito): sem makelaar você pode demorar mais de 2 meses para encontrar um lugarzinho e esse tempo é muito precioso aqui. Se você tiver a ajuda de um makelaar, seu tempo cai bruscamente para 1 semana, no máximo 2 – isso porque eles trabalham por comissão e sabem todos os paranauês da coisa. Normalmente, os agentes imobiliários cobram o valor de um aluguel inteiro como comissão. Esse valor pode variar muito de aluguel para aluguel, imobiliária para imobiliária ou mesmo de agente autônomo para agente autônomo. Calcula aí uns 1.200€ no mínimo – esse valor de pagamento varia muito para o seu agente.

3 – De site em site

 

Decidiu se vai ser com agente ou não? Beleza, agora partiu pesquisar nos sites de aluguel de apês/casinhas/quartos. A pesquisa é bem exaustiva e na maioria das vezes desanima mesmo. Primeiro porque os preços são altos; segundo porque, em alguns casos, você manda e-mail e espera deitado a resposta (por isso que é interessante ter um agente imobiliário); e terceiro porque é bem normal encontrar anúncios com os apartamentos sem piso, sem pia, beeem peladinhos. Não se assusta, essa é uma prática bem comum por aqui mas não é o fim do mundo. Dá para achar lugares mobiliados e prontinhos para morar, mas você tem que saber que encontrar lugares sem nada, é BEM COMUM. Se você clicar no Pararius , OnlyExptas  e no Funda vai encontrar muitos anúncios de apartamentos e casas. Os preços variam muito de 1.200€ à 4.000€ (esse valor altera de acordo com o bairro e de acordo com as condições do apartamento).

Viu que tá difícil pesquisar por apês e não tem problema nenhum em dividir casa? Então, se você clicar em Amsterdam apartaments 4 rent, Kamer gezocht in Amsterdam, Woningen te huur in Amsterdam, Kamers Gezocht/AangebodenRooms for rent in Amsterdam, encontra alguns dos melhores grupos de Facebook de Amsterdam para aluguel de quartos. Os valores podem variar de 400€ à 800€ (sim, em um quarto!).

» Dicas Maracujá Roxo

  • Observe tudo antes de alugar: será que o apartamento é em uma rua lateral silenciosa ou em uma estrada principal onde poderia haver barulhos, lojas, bares e bondes passando?
  • Você também precisa saber que: Amsterdam tem uns pequenos habitantes que são curiosos. Os camundonguinhos holandeses já moram aqui há MUUUITO tempo, sendo assim, vez ou outra eles podem dar um rolêzinho na sua casa, área, cozinha… Mas, antes de entrar em pânico e sair correndo de casa, respira! Lembra de deixar tudo bem limpinho sempre. É venda casada, sabe? Alugou o lugar, leva de brinde um camundongo holandês! HAHAHAHA. Brincadeiras à parte, tem muita dica legal sobre como lidar com isso nos grupos de Facebook de Amsterdam.
  • Os pagamentos de aluguel geralmente são feitos por transferência bancária mensal para o proprietário ou agente gerente – então você precisa abrir uma conta bancária holandesa.
  • Sempre, mas sempre mesmo, fique atento à tudo o que vem no apartamento/casa/quarto. Fotografe tudo e faça um registro de como estava antes da sua entrada. Assim não tem como dar erro.
  • Escolha um apartamento/casa/quarto em que você possa se registrar como morador. Sem registro você não consegue se cadastrar como residente e nem recebe seu BSN (como se fosse nosso CPF no Brasil e o NIF em Portugal). Sem um BSN você não consegue fazer nada: nem ter plano de saúde, nem conseguir emprego, nem abrir conta em banco, nem e nem …
  • Sempre comunique a Gemeente de suas mudanças de endereço. Aqui na Holanda as cobranças chegam através do seu endereço e não é legal saber que tem uma MEGA multa te esperando só pela falta de atualização de cadastro. E pode ter certeza de que elas sempre chegam 🙂

4 – Quem pergunta sempre está seguro!

 

Agora que você já resolveu isso de encontrar um cantinho para chamar de seu, a gente vai te dar umas dicas sobre o que perguntar antes de alugar. Ah! Se você for sozinho, sem agente, é interessante tentar levar algum conhecido holandês junto, pois isso facilita muito. Mas caso isso seja impossível, seja sempre muito sincero e claro no seu objetivo: foco é com os holandeses. Separei algumas perguntas que são básicas para te ajudar antes de alugar o seu cantinho (pode parecer clichê, mas vai que na hora dá branco?):

  • Qual é o valor do aluguel mensal?
  • O apartamento vai estar todo mobiliado, parcialmente ou sem mobília?
  • Por quanto tempo é o contrato de aluguel?
  • Existe um depósito necessário (é comum 1 ou 2 meses de aluguel antecipados – caução)?
  • As contas estão incluídas no aluguel?
  • Quem paga os impostos municipais, eu ou o proprietário?
  • Se eu optar em mudar de endereço, qual é o período de aviso prévio?
  • Eu preciso apresentar alguma referência?
  • O contrato é em holandês ou em inglês? (se for em holandês, chame alguém para ajudar, não assine sem saber o que está ali!)
  • Quem é responsável por problemas de manutenção (caso houver)?
  • A propriedade tem vidros duplos?
  • A casa possui aquecimento central/radiadores? (alguns apartamentos mais antigos tem aquecimento a gás/água na sala de estar e não tem aquecimento de quartos)
  • Existe uma linha telefônica/conexão à internet?
  • O apartamento tem uma máquina de lavar (é muito comum ter)?
  • Onde você pode estacionar uma bicicleta?
  • Você pode se registrar na Gemeente?

5 – De chave na mão e sonhos no coração

 

Tudo certo com o seu cantinho? Ótimo! Então, vamos assinar o contrato e pegar as chaves. Mas Cibele, eu não posso assinar o contrato ainda, pois não estou registrado(a) na prefeitura! Calma, se você veio através de uma vaga de emprego, a empresa vai te ajudar com tudo isso. Ok, mas você chegou aqui sem ser por uma empresa e não sabe como fazer? Clica aqui que você vai saber direitinho qual o procedimento. Contrato na mão e chaves também, é hora de fazer sua mudança e aproveitar todas as oportunidades que Amsterdam tem para te oferecer.

Te desejamos uma super boa sorte na sua procura e seja muito bem-vindo(a)!

Você também pode gostar

Sem comentários

Não tem Facebook? Comente por aqui!